Neil Young lançará músicas antigas feitas com Crazy Horse

Por Jonathan Cohen NOVA YORK (Billboard) - Neil Young tem mais um álbum quenunca chegou a ser lançado, mas que agora está pronto parasair. Na verdade, apesar de Young ainda não ter lançado seupacote "Archives", que vem sendo preparado há décadas, eleautorizou a saída de "Toast", álbum feito com a banda CrazyHorse, mas abortado em 2000. "Ainda não há data certa para o lançamento, mas não vaidemorar", disse à Billboard.com uma fonte próxima ao artista. De acordo com o Web site de Young(http://www.neilyoung.com), o Crazy Horse gravou o álbum em seuestúdio em San Francisco "durante meses, e o resultado foimuito pequeno" com a exceção da canção "Goin' Home", que já foiapresentada ao vivo algumas vezes. Algumas das músicas compostas para o álbum foram parar nodisco "Are You Passionate?", de 2002, de Neil Young. "Muitas das canções têm em comum uma dinâmica de blues,tingida de jazz", diz o site, falando do álbum que está sendomixado por John Hanlon. "Três canções sólidas de rock estão intercaladas nessemeio. Outras canções são longas, com explorações extensas deversos -- uma marca registrada do Crazy Horse, como um'Tonight's the Night' moderado, exceto pelo fato de que essascanções falam diretamente de amor e perdas, não de drogas." O que pode causar ainda mais confusão é o fato de o siteafirmar que "Toast" é a primeira "edição especial" de "uma novasérie de álbuns até agora não lançados". Não se sabe se essasérie faz parte ou não da série pretendida "Archives". A última informação que Young divulgou sobre a situação de"Archives Vol. 1" veio no final de janeiro, quando ele deixouseus fãs estarrecidos ao revelar que o projeto será lançadoapenas em Blu-ray e DVD, mas não em CD. "Não há dúvida de quevai sair este ano", disse ele. Neil Young vai voltar à estrada no verão norte-americano,apresentando-se em vários festivais europeus, a começar peloRock in Rio Madri, em 27 de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.