Napster tenta acordo com gravadoras

A Napster ofereceu à indústria fonográfica um pagamento de US$ 1 bilhão nos próximos cinco anos para poder continuar no ar. O web site de troca de arquivos de música pagaria US$ 150 milhões em direitos autorais por ano para as grandes gravadoras e US$ 50 milhões para artistas e selos independentes. O acordo é uma tentativa de arquivar o processo da Associação Americana da Indústria Fonográfica, que quer o fechamento do web site. A Napster afirma ter mais de 50 milhões de usuários, que trocam arquivos de música no formato MP3 sem pagar direitos autorais. Bilhões de canções são downloadeadas a cada mês. De acordo com experts da indústria fonográfica, o US$ 1 bilhão não chega nem perto do que a Napster teria de pagar para artistas e gravadoras se os direitos autorais fossem cobrados de cada faixa. A Napster deve passar em breve a cobrar uma mensalidade de seus membros.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2001 | 13h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.