Napster apela da decisão da Justiça dos EUA

Os advogados da Napster, empresa quepermite a troca de arquivos de música em MP3 via Internet, fizeram um apelo à justiça norte-americana para que a ordem emitida na quarta-feira seja desprezada. A ordem prevê que elafique fora do ar até que consiga provar ter realizado todos os esforços para prevenir as trocas não autorizadas de arquivos de áudio.Segundo matéria publicada no site do jornal The New York Times, o apelo emergencial da Napster à ordem da justiça insiste na idéia da Napster poder retomar seus serviços se fizeresforços razoáveis para filtrar os trabalhos de copyright e acrescenta que, atualmente, é capaz de filtrar 99,4% deles.Os advogados da associação norte-americana da indústria fonográfica, que processou a Napster em nome das maiores companhias do setor, comunicou que planeja registrar em breve uma resposta ao apelo da Napster.As gravadoras acusam a Napster de disponibilizar ilegalmente arquivos de música na Internet. Há tempos elas se manifestam a favor de que a Napster lance um serviço para assinantes, o quegarantiria o pagamento de direitos autorais para os artistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.