Nando Reis grava "MTV ao Vivo" no Sul

Foi uma autêntica folia de Reis. Durante três dias, o ex-Titã Nando Reis preparou e gravou o material que vai estar em CD e DVD da série MTV ao Vivo. Tudo aconteceu no palco do Bar Opinião, em Porto Alegre, cidade escolhida por Nando Reis, entre outras coisas, "porque meu disco se chama A Letra A e Porto Alegre tem esse A de alegre", conforme o cantor e compositor explicou durante a primeira noite de gravações, no domingo. Foi na mesma noite em que Nando cometeu o trocadilho: "Porto Alegre é mais que um porto, é um aeroporto de idéias." A platéia lotada aplaudiu o trocadilho assim como todas as canções que Nando e sua banda, os Infernais, mostraram no palco, incluindo muitos dos sucessos próprios e construídos por outros intérpretes, como Cássia Eller. A estrutura de produção transformou o Bar Opinião e arredores em um gigantesco estúdio de TV. Enquanto técnicos se espalhavam por todo canto do bar, com gruas e câmeras no ombro, uma infinidade de microfones no palco captava da melhor maneira possível o som dos shows. Do lado de fora, uma casa contígua ao bar foi alugada para funcionar como estúdio de áudio, onde foi instalado o equipamento de gravação. Enquanto isso, um caminhão estacionado em uma rua lateral abrigava uma ilha de edição de onde, segundo se informou, o DVD já sairia quase pronto. Nando mostrou um repertório longo, com destaque para seus maiores sucessos, como Me Diga, Relicário, Luz dos Olhos, O Segundo Sol e No Recreio, as duas últimas sucessos na voz de Cássia Eller. Todas foram cantadas em coro pela platéia, especialmente garotas, explicitando a capacidade das canções de Nando em mexer com as emoções femininas. De sua ex-banda, Nando registrou Marvin e Não Vou me Adaptar. Entre as canções de outros autores, ele reservou espaço para uma homenagem a Adoniran Barbosa em uma versão "bailinho" de Trem das Onze e uma interpretação - quase fiel ao original - de Sangue Latino, dos Secos & Molhados. Mais canções alheias apareceram no final. "São canções que eu gostaria de ter composto", anunciou, puxando ao violão Fogo e Paixão, de Wando, que se emendou com My Pledge of Love, de Joe Jeffrey, sucesso dos anos 70. A sessão bailão fechou com Whisky a Go Go, do Roupa Nova. O DVD e o CD documentando tudo estarão nas lojas em agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.