Nando Reis deixa os Titãs

O baixista Nando Reis deixou os Titãs, segundo informou hoje a banda em comunicado à imprensa. Na nota, os Titãs remanescentes Branco Mello, Charles Gavin, Paulo Miklos, Toni Belloto e Sergio Britto afirmam que a banda continua existindo e que em março de 2003 começa a gravar um novo disco. Os próximos shows da turnê A Melhor Banda dos Últimos Tempos da Última Semana estão confirmados. O baixista divulgou hoje um comunicado em que apresenta suas razões para encerrar sua participação nos Titãs. Leia a íntegra abaixo."Minha decisão de deixar o grupo se deve única e exclusivamente a uma incompatibilidade de pensamento em relação ao futuro da preparação do que seria o nosso próximo disco. Por acreditar que um trabalho dessa natureza exige a total dedicação que por razões pessoais não poderia oferecer, achamos melhor nos desligarmos no início da preparação e dos ensaios. Faço isso com profundo pesar no coração pois em nenhum momento imaginei que isso viesse acontecer.De modo quase infantil, sempre acreditei que os Titãs na minha vida seriam eternos, como de fato são e serão, mas agora de modo diferente. Os acontecimentos trágicos como a morte do Marcelo Frommer e da Cássia Eller tiveram repercussão profunda em meu coração e me fizeram ver a vida de modo diferente. Saio com a consciência tranqüila de que ajo com honestidade e consideração. Desejo o melhor futuro para a minha banda e para os meus amigos de uma vida inteira. O resto é mera especulação.Com amor, Nando ReisSão Paulo, 9 de setembro de 2002."Carreira solo - Nando Reis fez seu primeiro disco solo em 1995. 12 de Janeiro indicava um flerte com a MPB que lhe angariou a admiração de gente comoMarisa Monte e Cássia Eller. Em Para Quando o Arco-Íris Encontrar o Pote de Ouro não teve o mesmo sucesso.Na terceira tentativa longe dos Titãs, Nando Reis saiu-se melhor. Infernal... but There is Still a Full Moon Shining Over Jalalabad trazia algumas de suas canções mais famosas, mas que o próprio Nando não havia gravado ainda, como E.C.T e O Segundo Sol, que passaram à história na voz de Cássia Eller. As parcerias de Nando Reis são grande parte da história de sua carreira solo. Além de compor com Marisa Monte, Carlinhos Brown, ele também já atuou como produtor musical em Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo, disco de Cássia Eller lançado em 1999. Uma de suas últimas apresentações públicas sem os Titãs foi na entrega do VMB, no fim de agosto, num show-homenagem a Cássia Eller. Na mesma noite, os Titãs ganharam três prêmios e sagraram-se vencedores do ano do prêmio da MTV.Formado nos anos 80 como um octeto, os Titãs tiveram sua primeira baixa em 1992, com a saída de Arnaldo Antunes, que depois disso lançou quatro discos solo e se consolidou sozinho. Depois disso, o guitarrista Marcelo Fromer morreu atropelado em junho de 2001. O grupo, que entrou este ano como sexteto, agora com a sáida de Nando Reis só tem cinco integrantes. Mas todos eles têm outras ocupações além da banda.Paulo Miklos deixou o Brasil conhecer seu talento de ator no filme O Invasor, de Beto Brant. Toni Belloto é escritor de histórias policiais, tendo criado o detetive Bellini (seu romance Bellini e a Esfinge já virou longa-metragem). Branco Mello também se voltou para as letras e enveredou pela literatura infantil. Sergio Britto também iniciou carreira solo e já lançou o disco A Minha Cara. E Charles Gavin, que virou pesquisador musical, já lançou discos remasterizados de grandes nomes da música brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.