Naná Vasconcelos lança novo disco

A maioria dos discos de NanáVasconcelos foi gravada fora do Brasil. E boa parte deles -todos brasileiríssimos - nem teve lançamento aqui. Por sentirfalta de falar para sua gente, Naná resolveu modificar a regrapor conta e risco próprios.Morando entre Nova York e o Recife, o olindense escolheuo estúdio Fábrica, da capital pernambucana, para registrarMinha Lôa, já nas boas lojas do ramo, com chancela doFábrica Discos. Se não encontrar nem nas boas lojas (e isso nãoé raro), visite o site www.fabricaestudios.com.br, pelo qual épossível, também, falar com o músico.Faz um ano que saiu edição brasileira de outro disco deNaná, o CD Fragmentos, uma compilação de composiçõesescritas para filmes que já estava no mercado internacionalhavia cinco anos. De Fragmentos repete-se, em Minha Lôa,uma música, Gorée, feita para o documentário do francês DidierGrosset sobre a pequena ilha, porto mercador de escravos, dacosta do Senegal.O tom evocativo, profundamente triste, da gravaçãooriginal, é atenuado, aqui, pela guitarra e os samples de Joãode Souza Leão. Minha Lôa flerta explicitamente com a músicaeletrônica e Naná sempre usou recursos eletrônicos em suamúsica. A diferença é que, agora, os recursos são empregados pormúsicos convidados.Embora nem todos os convidados sejam dessa praia. Nosamba Voz Nagô, por exemplo, os participantes são oviolonista e cavaquinhista Pedro Amorim (autor da canção, emparceria com Paulo César Pinheiro) e a cavaquinhista LucianaRabello. Pedro Amorim canta com Naná.Minha Lôa é um disco alegre como os de Naná nãocostumam ser. Soa como grande festa, em sambas, maracatus,forrós e outros ritmos e gêneros afro-brasileiros. Na faixa deabertura, Futebol, dele, um protesto contra jogo deresultados a que hoje assistimos: "Não deixe o futebol perder adança/ Não deixe esse sorriso de criança/ Não deixe o futebolperder." Considere-se o estado de arte, mude-se "futebol" por"música" e tem-se o retrato da obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.