Músicos interrompem ensaio por falta de pagamento

Músicos da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo interromperam o ensaio geral da ópera Lohengrin de Richard Wagner ontem à noite para se manifestarem contra o atraso no pagamento de novembro. O espetáculo tem estréia prevista para sexta-feira no Theatro Municipal. Durante o intervalo do ensaio, os músicos se reuniram para decidir se a estréia seria suspensa. "Foi cogitada essa hipótese, mas isso não acontecerá, porque a Prefeitura está dentro do prazo legal para fazer o pagamento", disse o presidente da associação dos músicos da sinfônica, Hugo Ksenhuk. "O público não tem nada a ver com esse problema e nós vamos honrar nosso compromisso como artistas", completou Ksenhuk, que é trombonista da orquestra.Cerca de 70 dos 110 músicos da Sinfônica Municipal estão escalados para tocar na ópera. Como esses músicos trabalham como prestadores de serviço, o pagamento é feito de forma diferente à dos funcionários públicos e dos funcionários contratados em carteira. O pagamento acontece geralmente no dia 15 de cada mês, mas legalmente o prazo da Prefeitura vai até o último dia útil. Segundo a assessoria de imprensa do Municipal, desde ontem já está sendo investigada a causa do atraso. Hoje, às 16 horas, haverá uma reunião entre os artistas e a diretoria do Theatro. "A promessa é de que a Prefeitura vai honrar o compromisso. Acredito que, com a reunião, teremos pelo menos uma previsão de quando os pagamentos serão feitos", disse Ksenhuk.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.