Músicos do Buena Vista Social Club se apresentam no México

Os cubanos do Buena Vista Social Club, entre eles Omara Portuondo e Eliades Ochoa, se apresentarão no México na próxima quinta-feira, no Auditório Nacional da capital asteca. O projeto artístico, que no fim dos anos 90 reuniu veteranos do rico universo musical caribenho como os falecidos Compay Segundo e Ibrahim Ferrer, se apresentará em 23 de março no México, sob a regência do também guitarrista cubano Rey Montesinos. O grupo é formado por Omara Portuondo (estrela e voz feminina do grupo), Elíades Ochoa, Amadito Valdés, Manuel Mirabal, Manuel Galbán, Barbarito Torres e Juan De Marco. Durante a apresentação, será lançado um livro do jornalista cubano Orlando Matos sobre a vida do timbaleiro Amadito Valdés, filho do percussionista de mesmo nome que tocou em grandes orquestras, como Casino de la Playa. Convidados pelo guitarrista e produtor norte-americano Ry Cooder no fim dos anos 90, o projeto Buena Vista Social Club reativou então velhas jóias da música cubana, que tiveram repercussão internacional. Em 1998 o disco Buena Vista Social Club conquistou o Grammy e no ano seguinte a obra dos músicos cubanos foi levada para o cinema em um documentário com o título homônimo do cineasta alemão Wim Wenders.

Agencia Estado,

20 de março de 2006 | 15h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.