Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Músico David Byrne leva seu show 'American Utopia' à Broadway

Cantor e compositor famoso como cantor da banda Talking Heads estreia em outubro o espetáculo que tem hits de seu antigo grupo, músicas da carreira solo e canção da cantora Janelle Monáe; assista ao vídeo da música 'Psycho Killer'

Michael Paulson  , The New York Times

22 de maio de 2019 | 03h00

O músico David Byrne, que ficou famoso cantando com a banda Talking Heads, trabalha com o diretor de teatro Alex Timbers e a coreógrafa Annie-B Parson para levar seu show American Utopia aos palcos. O artista pop está preparando o espetáculo para uma temporada de 15 semanas, de outubro a janeiro.

 

As apresentações devem ocorrer no Teatro Hudson, com 1.050 lugares, tendo uma sessão inaugural no dia 4 de outubro e apresentação regular a partir de 20 de outubro, com término previsto para 19 de janeiro de 2020. O espetáculo também será apresentado no Emerson Colonial Theater em Boston, de 11 a 28 de setembro. 

Em entrevista, Byrne disse que a Broadway “não era uma grande aspiração da sua vida”. “Mas desde a primeira apresentação da nossa turnê American Utopia, que começou no início do ano passado, em New Jersey, as pessoas vêm achando que é um espetáculo teatral.” 

“Meus amigos sempre me falam sobre o show e, muitas vezes, eles diziam: ‘David, há uma narrativa, você nunca mencionou isso, mas nós entendemos por osmose a música e o que estamos vendo da banda e da coreografia”, afirmou ainda o produtor musical.

“Eu achei isso muito encorajador, porque o que fazemos é mais teatral do que um concerto normal, e se pudermos enfatizar um pouco mais, ele se torna alguma coisa que realmente faz sentido na Broadway.”

American Utopia começou como um álbum lançado em março de 2018, sétimo disco solo de estúdio do músico, e a turnê abrangeu 27 países no ano passado. O show no teatro, que apresenta uma dezena de músicos, incluindo Byrne, tem músicas do álbum e também músicas solos, trilhas do Talking Heads e até uma canção da cantora e compositora americana Janelle Monáe

Byrne não explica o que é American Utopia: “Não vou dizer o que penso a respeito. Você tem de ver. Meu sentimento sobre o que é surgiu com uma experiência e você a entende visceralmente”. Mas para algumas pessoas do público, o espetáculo “diz que alguma coisa é possível neste mundo e talvez eles não pensassem que isso fosse possível”. 

Byrne disse que estava pensando em realizar o espetáculo num teatro relativamente pequeno. “Ter uma intimidade com a plateia é estimulante. Você sente uma conexão com o público como um grupo de pessoas e não uma massa abstrata.” 

Ex-líder do grupo Talking Heads, que surgiu em Nova York, ficou em atividade de 1975 a 1991 e lançou sucessos como Burning Down the House, Psycho Killer e Once in a Lifetime, Byrne disse ter visto o show de Bruce Springsteen na Broadway e, embora tivesse características bem diferente do seu, ficou impressionado com “a maneira como o músico americano acalmou as expectativas do público que achava que era um concerto – nos primeiros cinco minutos eles já entenderam o que seria”. 

American Utopia não é uma peça ou um musical – e será apresentada na Broadway como um evento especial. Mas David Byrne já escreveu dois musicais – Here Lies Love e Joan of Arc – Into the Fire. O musical Here Lies Love é baseado no álbum duplo conceitual (projeto de Byrne com o DJ e produtor Fatboy Slim) que tem como tema a vida da ex-primeira-dama das Filipinas, Imelda Marcos, casada com o ditador Ferdinando Marcos, que comandou o país de 1965 até 1986. São 22 temas e as músicas abordam vários aspectos de sua vida, além de política e relacionamentos.  

Compositor e produtor musical norte-americano nascido na Escócia em 1952, David Byrne disse não saber se um dia escreverá outro musical, mas observou que continua a revisar Joan of Arc – Into the Fire, dizendo que “pode ter sido complicado demais” e que ainda estuda se há outra maneira de fazer isso com mais atenção às canções do que aos meandros da história.

“Ainda existe a possibilidade de Here Lies Love ir para a Broadway. Há bastante interesse em trazê-lo de volta. Mas quem sabe?”, acrescentou Byrne.

A turnê American Utopia da Broadway está sendo produzida por Kristin Caskey, Mike Isaacson, Patrick Catullo e Todomundo. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO 

 

Mais conteúdo sobre:
David ByrneTalking Headsmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.