Musical é o novo desafio de Renato Aragão

Em novembro, ele completa 40 anos de carreira. E, convenhamos, atingir essa marca como unanimidade é admirável. Mais ainda quando a paixão é mantida. Assim é Renato Aragão: um artista incansável e apaixonado. A prova disso é a sua empolgação por uma empreitada inédita em sua carreira: o espetáculo musical Didi e Sua Turma, que estréia sexta-feira no Olympia, com direção de Jorge Fernando, em curta temporada até domingo.O show foi uma idéia da mulher e fiel escudeira de Aragão, Lilian. "Ela disse que eu estava muito parado e deu a idéia do espetáculo", conta o humorista. O resultado foi uma grande mistura de tudo o que vem, há décadas, arrebatando várias gerações de crianças brasileiras. Acrobacias, mágicas, palhaços, lutas e muito bom humor. "É um grande show de variedades, uma mini-Las Vegas", compara.O elenco do espetáculo é integrado, como já diz o título pela trupe que acompanha Aragão no programa dominical da TV Globo: André Segatti, Vanessa Bueno (Lili), Débora Lagranha (Debby), Eliezer Motta (Babá) e Roberto Gilherme (Sargento Pincel). Haverá convidados especiais, como Luciano Szafir, Suzana Alves, a Tiazinha, além de artistas circenses da Intrépida Trupe e dois convidados do Cirque du Soleil.Aragão encara o show como um novo desafio. "É uma responsabilidade, algo diferente de tudo o que já fiz", afirma o alter ego de Didi, que vai aparecer "voando" sobre o público pendurado por uma corda. Para ele, divertir as pessoas deixou de ser apenas uma profissão. É uma missão, que ainda está longe de terminar. "Não posso parar com tanta criança nascendo e precisando de alegria; é mais que uma obrigação, pena que eu não possa dar mais."Simultaneamente ao espetáculo, a Indie Records está lançando o CD com a trilha sonora, que inclui A Pirueta, de Chico Buarque canção-tema do filme Os Saltimbancos Trapalhões, um dos grande sucessos da carreira do grupo. Aliás Renato Aragão prepara seu novo longa-metragem O Cupido Trapalhão, o 41.º da carreira, inspirado no clássico Romeu e Julieta, que começa a ser rodado em fevereiro.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2000 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.