Música Erudita ganha semana no Itaú

O Itaú Cultural programou para este mês, dentro da série Rumos Itaú Cultural Música, a Semana da Música Erudita, que começa amanhã, às 21 horas. O evento, que vai até o dia 17, tem como intenção discutir a produção erudita nacional por meio de debates entre músicos e especialistas. Estão programados, também, concertos.Quem abre a programação, amanhã, é o Quinteto Brasil, que vai interpretar música brasileira de compositores como Oswaldo Lacerda, Victor Ewald, Djalma Melim, Gilberto Gagliardi, Adail Fernandes e Ursicino da Silva. Sábado, às 21 horas, é a vez do Quinteto Villa-Lobos subir ao palco da Sala Azul do Itaú Cultural para a interpretação peças de Ligeti, Villa-Lobos, Edno Krieger, Gilson Peranzetta, Guinga e Hermeto Paschoal. Encerrando a série de concertos, no domingo, às 19 horas, o destaque é o Quarteto Amazônia. No programa, Haydn, Dvorák e Carlos Gomes.Serão realizados, ao todo, três debates para apontar problemas e buscar soluções na área de produção e de divulgação da música erudita no Brasil. Na terça, às 15 horas, estarão reunidos músicos de diversos grupos orquestrais de São Paulo. Na quarta, às 15 horas, a discussão será guiada a partir do ponto de vista dos produtores, programadores culturais e críticos. O último debate, na quinta, às 16 horas, reunirá maestros e jornalistas para analisar as perspectivas do gênero no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.