Música eletrônica domina o Cerrado

O Brasília Music Festival Electronic, que acontece hoje e amanhã no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, na capital federal, é o maior encontro da música eletrônica no Cerrado e tem dimensões superiores às do paulistano Skol Beats. Os números são ambiciosos: cerca de 90 DJs brasileiros e internacionais, mais de 30 horas de som, cinco tendas e um palco principal, duas praças de alimentação e uma para esportes radicais, circo e área de descanso, distribuídos num espaço de 140 mil metros quadrados. A organização evento espera um público de 60 mil pessoas."Brasília é uma cidade transgênica, alienígena, casa bem com a música eletrônica", diz o empresário Rafael Reisman, produtor do evento. "É a segunda capital da música eletrônica. Só perde para São Paulo. Toda semana tem festa aqui com 10 mil pessoas." O BMFe pretende ser bienal, alternando-se com o Brasília Music Festival, que foi visto por 160 mil pessoas em três noites do ano passado e trouxe Pretenders, Alanis Morissette e Simply Red, entre outros. A idéia de criar o megaevento de e-music surgiu a partir do sucesso da tenda eletrônica no BMF.Muitos dos DJs brasileiros do BMFe, aliás, vêm se repetindo com sucesso no Skol Beats: Marky, XRS, Patife, Renato Cohen, Renato Lopes, Luiz Pareto, Mau Mau, Rica Amaral. Cada um ao seu estilo, eles estarão divididos entre as tendas Drum n´Bass, Tech House/Techno e Trance. Além destas, haverá ainda uma dedicada ao hip-hop (que o SB não tem), uma de chill out e outra VIP. Entre as atrações inéditas no Brasil estão os americanos Muggs (DJ do Cypress Hill e do House of Pain) e Green Lantern (DJ do rapper Eminem), que tocam amanhã na tenda Hip-Hop, e os britânicos Circulation e Omid 16, escalados para hoje no palco principal. A grande atração no mesmo palco dos conterrâneos será o Soul II Soul Soundsystem, liderado por Jazzie B. Outro que vem à caça de material orgânico é Tony Colman, líder do London Elektricity, que se apresenta no mesmo palco, amanhã, antes do Soul II Soul. Os DJs e projetos mais interessantes vêm da Inglaterra, como o veterano Justin Robertson, do soberbo Lionrock e o já familiar MC Stamina, anfitrião da tenda Drum n´Bass. Há gente bacana de toda parte do planeta - Aki (Japão), Agoria (França), Mistress Barbara (Itália), Sub-6 (Israel), Christian Smith (Suécia), Green Velvet (Estados Unidos), Gabo (Argentina), Fabio (Alemanha) - além de paulistas, cariocas, mineiros, calangos e revelações do Paraná, Bahia, Mato Grosso e Goiás. Visando o público de outras praças, o festival colocou ingressos à venda em São Paulo, Rio, Curitiba, Salvador, Belo Horizonte e outras. Brasília Music Festival Electronic - 16 anos. Estacionamento do Estádio Mané Garrincha - Brasília. Hoje, das 18 às 6 horas, e sábado, das 17 horas ao meio-dia de domingo. Os portões abrem uma hora antes do início do evento. Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia). Passaporte para os dois dias: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia). Meia entrada mediante a apresentação da carteira de estudante ou de dois quilos de alimento não perecível. Informações sobre postos de venda dos ingressos no site do festival

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.