Música eletrônica agita terraço do Shopping Light

Shopping Center Light, edifício construído em 1929 e tombado pelo Patrimônio Histórico, antigo prédio da Light, situado próximo ao Teatro Municipal, vai ceder espaço à música bate-estaca, que inclui ainda guitarra, teclado e sintetizador. A dupla alemã Märtini Brös chega ao Brasil pela primeira vez para realizar um set que tem tudo para ser inesquecível. De Berlim para São Paulo, com uma breve escala no Rio de Janeiro amanhã, a dupla formada por Mike Vamp e Clé, ambos de 32 anos, vem mostrar as diversas combinações da música pop. "Atualmente, nós não somos DJs. Realizamos live act (apresentações com instrumentos musicais ao vivo)", contam. Clé e Mike acabaram de lançar o álbum Love the Machines."Esta é a segunda festa eletrônica que realizamos no Shopping Light", diz André Hidalgo, de 35 anos, idealizador e diretor-geral da Casa de Criadores, produtora que revela novos estilistas e que promove a festa. O primeiro DJ a se apresentar no terraço do shopping foi Larry Tee, em setembro de 2003. A balada de hoje tem a intenção de abrir o próximo evento de moda da Casa de Criadores, previsto para março. O CD com nove faixas apresenta um trabalho maduro, com músicas que vão desde o pop e o electro-house até uma versão eletrônica de uma música clássica, intitulada Control. Fortemente influenciados pela geração musical dos anos 80 e, mais tarde, pelo estouro do acid house, a dupla acredita que um bom DJ tem de ser capaz de tocar diferentes estilos em apenas um set. "Tem de saber como prender a atenção do público e saber guiá-lo pelo mundo da música eletrônica. É claro que uma boa técnica de mix também é muito importante", dizem. Para quem não puder conferir o live act de hoje, haverá uma segunda chance de assisti-los na Ampgalaxy, na próxima terça-feira. Märtini Brös - Shopping Center light. R. Ce. Xavier de Toledo, 23 (em frente ao Teatro Municipal), Centro. Hoje, a partir das 23h. R$ 20 a R$ 30. Ampgalaxy. R. Fradique Coutinho, 352, Pinheiros, 3085-7867. 3.ª (22), a partir das 23h. R$ 15 a R$ 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.