Música brasileira foi um dos destaques do Festival de Sydney

O Festival de Artes de Sydney terminou na sexta-feira após 20 dias de espetáculos e com um sucesso sem precedentes. Ao todo, foram vendidos 140 mil ingressos para cem eventos, com 780 artistas de todo o mundo.O show mais concorrido, no entanto, foi gratuito. A Noite Brasil, apresentada pelo guitarrista e compositor Oscar Castro-Neves, reuniu mais de cem mil pessoas no parque do Domain.Outros destaques foram o espetáculo de dança japonês-australiano Kaidan, dirigido por Meryl Tankard, a Orquestra do Céu, do britânico Luke Jerram - uma equipe de som montada em sete balões de ar quente sobrevoando a cidade - e o projeto Berlin, de Lou Reed, uma versão teatral de seu famoso álbum de 1973, criada para o festival.Além da Noite Brasil, a música brasileira esteve presente com o Bossa Nova Hot Club, com a cantora Wanda Sá, o pianista João Donato e o violonista Roberto Menescal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.