Mundo pop comemora 20 anos de MTV e a volta de Lauryn Hill

Festa no mundo pop. A MTV comemora 20 anos no dia 1.º de agosto. E uma das mais importantes artistas do fim dos anos 90 está voltando à ativa. Lauryn Hill encerra suas férias de quase três anos e volta a gravar A MTV comemora nestes 20 anos de existência, não só sua capacidade de renovação como o sucesso da simplicidade dos seus "Acústicos". Tanto, que o R.E.M. foi a única banda a gravar o segundo álbum do gênero para comemorar o aniversário da emissora.Lauryn também gravou o seu. Agora, ela prepara seu segundo disco-solo, que deve chegar ao mercado em setembro, pouco antes da exibição do recém-gravado "Acústico" na MTV americana e do nascimento do terceiro filho da cantora. A nova fase também reforça a fé da estrela em Deus: "Não sou mais candidata a presidente social, só estou tentando obedecer a Ele e fazer o que sou apaixonada." A cantora tem uma trajetória curiosa no pop. Depois de fazer pontas em programas de TV, chamou atenção no filme Mudança de Hábito 2, onde mostrou seu potencial vocal pela primeira vez. Logo depois, entrou para o Fugees, cujo segundo disco, The Score, teve quase 6 milhões de unidades vendidas e emplacou hits como Killing Me Soflty.Seu primeiro disco-solo, The Miseducation of Lauryn Hill, foi recebido com entusiasmo, mas acabou superando todas as expectativas, rendendo uma série de prêmios e consagrando sua carreira-solo. Público e crítica passaram a cobrar um novo trabalho tanto de Hill quanto do Fugees, mas ela preferiu se dedicar à cuidar de seus dois filhos. Durante o período também participou de tributos a Bob Marley (ela é casada com um dos filhos do lendário músico jamaicano, Rohan) e gravou um dueto póstumo com ele, Turn Your Lights Down Low.Nos últimos seis meses, a cantora trabalhou em um estúdio compondo suas novas músicas. "Passei muito tempo batendo a cabeça na parede porque queria fazer uma coisa nova", disse Hill à MTV americana. Ela adianta que o novo disco vai ser "inventivo" e deve trazer "histórias íntimas". Boa parte das novas canções, que já estão prontas para serem gravadas, está no Acústico rodado há alguns dias em Nova York, que deve ser exibido nos Estados Unidos em setembro. "Finalmente minha vontade de gravar voltou", afirmou ela. Sua principal meta é fazer um disco "diferente": "Temos a mania de dizer que somos criadores, mas, na maioria das vezes, só copiamos fórmulas. Posso dizer honestamente que meu novo disco não tem nenhuma influência externa, é um trabalho de dentro para fora."A nova Lauryn Hill diz que também resolveu assumir outro dom: o de tocar guitarras. "Aprendi a tocar por necessidade, por graça divina, provavelmente", garante a cantora. Ela também afirma que, enquanto antes estava procurando aprovação, hoje sabe que tem de fazer o que está com vontade. "Eu ficava muito incomodada se minha voz não estivesse perfeita em um show, mas hoje entendo que o importante não sou eu, mas que as pessoas recebam uma mensagem de coragem para suas vidas." O novo disco de Lauryn Hill, que ainda não tem nome, deve chegar ao mercado internacional em outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.