AFP PHOTO / HO/FlyNYON
AFP PHOTO / HO/FlyNYON

John Lennon é homenageado com sinal da paz gigante em NY

Duas mil pessoas de todas as idades acompanharam a viúva do ex-Beatle, Yoko Ono, em homenagem que buscava quebrar um recorde do Guinness

AFP

07 Outubro 2015 | 10h07

NOVA YORK - Cerca de 2 mil pessoas participaram nesta terça-feira, 6, no Central Park, no coração de Nova York, de uma corrente humana que formou o símbolo da paz para comemorar o aniversário de 75 anos de John Lennon.

Pessoas de todas as idades, inclusive algumas crianças, acompanharam a viúva do ex-Beatle, Yoko Ono, na homenagem que buscava quebrar um recorde do Guinness. Alguns aproveitaram para denunciar a guerra na Síria: "Chega de guerra na Síria" e "façam amor e não guerra" podia ser lido em alguns cartazes.

Mas o recorde não foi batido. "Participaram mais de 2.000 pessoas, mas este número está longe de alcançar o mínimo necessário para romper a marca", explicou à AFP um porta-voz do Guinness World Records.

Vocalista dos Beatles, John Lennon nasceu em 9 de outubro de 1940 em Liverpool (Reino Unido) e teria feito 75 anos essa semana.

Conhecido por seu ativismo pacifista, Lennon foi assassinado na frente de casa, perto do Central Park, em 8 de dezembro de 1980.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.