Mudhoney volta a SP e abre show do Pearl Jam

Liderado pelo guitarrista Mark Mclaughin, uma figura que se auto-intitulou Mark Arm, o grupo veio pela primeira vez ao País em 2001, com uma agenda de shows em Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo. "O Mudhoney foi decisivo na concepção de uma sonoridade grunge que seria seguida à risca por contemporâneos como Alice in Chains, Soundgarden e Pearl Jam", segundo o repórter do Jornal da Tarde, Júlio Maria, que entrevistou os músicos da banda na ocasião.No começo de 2000, 12 anos depois de lançarem seu mais poderoso hit, Touch me I?m Sick, informações divulgadas pela imprensa especializada afirmavam que o grupo havia terminado. Não só não terminaram, como estão de volta. Para conhecer o som da banda, o disco com inéditas de 1998, Tomorrow Hit Today traz a velha proposta grunge do Mudhoney intacta, com os vocais toscos de Arm e as guitarras imundas de Turner. Mas para os que desejam conhecer a mais desconhecida banda de Seattle, recomenda o repórter que "o melhor é ir atrás das coletâneas March to Fuzz (com 52 músicas, lançada pelo selo Sub Pop) e Here Come Sickness: The Best of the BBC Recordings (com gravações ao vivo feitas entre 89 e 95).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.