MTV bane clipes violentos de sua grade

Enquanto Nova York tentaretomar seu ritmo normal, as equipes de todasas gravadoras nos Estados Unidos fazem reuniões de emergênciapara tomar decisões sobre artistas, turnês e problemasrelacionados à imagem de nomes que deveriam chegar às lojas ouganhar espaço na mídia. A MTV deu um dos primeiros sinais: lançou uma lista de itens que estão banidosde sua programação de clipes.As gravadoras que quiserem seusartistas no ar vão ter de cortar cenas de violência excessiva,explosões, aviões, aeroportos, corpos caindo de grandes alturas(nada de bungee jumping de pontes), arranha-céus, pânico demultidões, atrações turísticas de Nova York e incêndios.A MTV achou de bom tom retirar da programação,temporariamente, até vídeos que não têm violência, mas quepossam lembrar a tragédia. Neste grupo, entrou Beautiful Day do U2, em que a banda canta na pista de pouso de um aeroporto,com aviões decolando e aterrissando. O clipe estava entre osmais exibidos, graças ao Video Music Awards, realizado há poucosdias.Mas as gravadoras americanas enfrentam também a mudança deplanos de artistas que cancelaram compromissos ou que não sesentiram confortáveis em retomar suas atividades. Há casos, porexemplo, de bandas que resolveram reverter a arrecadação deshows e até turnês inteiras para a tragédia - resultando em umagrande mobilização logística por parte das empresas, nos casosem que as gravadoras estavam envolvidas com as apresentações.O mundo pop também vai ter de se preocupar muito mais com asegurança em grandes shows. As últimas apresentações daDrowned World Tour, de Madonna, tiveram um forte esquema derevista do público, incluindo cachorros farejadores. A pop stardoou toda a arrecadação dos três shows que fez em Los Angelesnos últimos dias para as vítimas da tragédia.

Agencia Estado,

17 de setembro de 2001 | 12h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.