Mostra traz desenhos de Pete Doherty coloridos com sangue

Ex-namorado de Kate Moss não foi à inauguração da exposição por estar cumprindo pena em prisão de Londres

Ansa,

29 de abril de 2008 | 12h40

Pete Doherty, vocalista da banda britânica BabyShambles e ex-namorado da modelo Kate Moss, expõe pela primeira vez em Paris algumas de suas obras, entre desenhos, auto-retratos e poesias. Intitulada Art of Albion, a mostra é formada principalmente por desenhos feitos pelo músico em um diário, muitas vezes coloridos com seu sangue. Doherty não pôde comparecer à inauguração da mostra por estar cumprindo pena em uma prisão de Londres e, segundo os organizadores, disse estar "muito descontente, não tanto pelos shows cancelados, mas por ter perdido essa vernissage". Uma fonte próxima a Doherty afirmou que "há três anos Pete se dedica à pintura a óleo, não faz outra coisa além de pintar grandes telas. Sua inspiração vem da arte e de poetas românticos, como (Arthur) Rimbaud e (Stephane) Mallarmé. É um artista completo, tem sempre um violão e um lápis na mão".  Sobre os contornos dos desenhos feitos com seu próprio sangue, a mesma fonte explica que "ele desenha a lápis, depois enche uma seringa com seu sangue e refaz os contornos". Segundo amigos do músico, "seu trabalho é muito violento" e "seu sangue é tudo o que resta para exprimir-se".

Tudo o que sabemos sobre:
Pete DohertyKate Moss

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.