Mostra David Bowie vira ponto turístico para bandas do Lollapalooza

Parceiros de Bowie, Arcade Fire e Trent Reznor, mais Portugal. The Man aproveitaram passagem por São Paulo para ver exposição

Clarice Cardoso, O Estado de S. Paulo

09 de abril de 2014 | 07h10

Depois do Autódromo de Interlagos, o Museu da Imagem e do Som foi um ponto de passagem para trÊs bandas que se apresentaram no Lollapalooza nos últimos dias 5 e 6. Arcade Fire, Trent Reznor, do Nine Inch Nails e Portugal. The Man aproveitaram a passagem por São Paulo para conferir a exposição David Bowie, em cartaz no museu até dia 20. 

Todos têm uma relação musical forte com o músico, a começar pelos canadenses do Arcade Fire, que de certa forma foram “apadrinhados” pelo britânico. Tanto que Bowie faz uma participação como backing vocal em Reflektor, a música-título do mais novo disco da banda.

Já Trent Reznor, do Nine Inch Nails, teve a chance de se ver em um dos espaços da mostra, dedicado ao videoclipe de I'm Afraid of Americans. Reznor contracena com Bowie no vídeo que é exibido em uma das telas, e comentou o tamanho da fila de fãs aguardando para entrar, que dava a volta no quarteirão na tarde de domingo. 

Direto do Alasca, o Portugal. The Man, que assume ter sido bastante influenciada pela fase Ziggy Stardust, visitou a exposição no sábado, um dia depois de seu show no Lollapalooza. Gostaram especialmente dos figurinos, e ali tiraram muitas fotos. 

A mostra David Bowie já recebeu, em pouco mais de dois meses, cerca de 60 mil visitantes. A exposição, que traz mais de 300 objetos, roupas, discos, anotações e rascunhos de canções do cantor, fica em cartaz até 20 de abril e pode bater o número de público da mostra anterior, que recebeu 80 mil pessoas. (Colaborou Flávia Guerra)

Tudo o que sabemos sobre:
Lollapalooza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.