Morte de Darrell Abbott choca mundo do rock

"Dimebag" Darrell Abbott, que foi tragicamente assassinado durante um show, era um frenético guitarrista cujos riffs para a banda Pantera e mais recentemente para o Damageplan eram base do heavy metal.Abbott tinha 38 anos e foi morto a tiros quando estava no palco com o Damageplan. A banda havia começado a tocar a primeira música do show, no clube Alrosa Villa, em Columbus, Ohio. Três outras pessoas também foram mortas, antes que um policial matasse o atirador.As mortes chocaram personalidades do mundo do rock. "Isto é insano", disse à MTV Howard Jones, líder do KillswitchEngage e companheiro de turnê do Damageplan. "Isto é além de qualquer coisa que já ouvi". Rob Blasko Nicholson, ex-baixista de Ozzy Osbourne disse que Abbott era uma lenda. "Estou sem fala. Isto é totalmente irreal".Abbott e seu irmão, ex-baterista do Pantera Vinnie Paul, produziram o primeiro álbum do Damageplan, New Found Power, que foi lançado em fevereiro. Outros membros da banda são o vocalista Patrick e o baixista Bob Zilla.Nascido em 20 de agosto de 1966, em Dallas, Darrell Abbott e seu irmão foram levados à música pelo pai, o compositor de músicas country Jerry Abbott, que tinha um estúdio de gravações. Apesar de ter crescido no meio da música country, Abbott sempre girou em torno do rock e foi influenciado por nomes como Tony Iommi, Ace Frehley, Eddie Van Halen e Randy Rhodes.Os irmãos Abbott e o baixista Rex Rocker formaram o Pantera em 1983, quando Abbott adotou o nome de "Diamond Darrell". Depois, ele começou a usar "Dimebag" e muitas vezes era chamado apenas por "Dime" por fãs e amigos. Abbott e seu irmão deixaram o Pantera em 2003 e formaram o Damageplan. Dezenas de mensagens estão sendo postadas no site da banda desde o tiroteio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.