Morrissey revela que passou por tratamento de câncer

Morrissey revela que passou por tratamento de câncer

Cantor mencionou "tecidos cancerosos" pela primeira vez em uma entrevista; turnê do novo disco começou nesta segunda, 6

O Estado de S. Paulo

07 de outubro de 2014 | 10h34

Depois de uma série de internamentos no último ano por diversos problemas de saúde, o cantor britânico Morrissey revelou em uma entrevista recente ao jornal espanhol El Mundo que foi submetido a tratamentos para a remoção de tecidos cancerosos em quatro ocasiões.

"Eles já rasparam tecidos cancerosos quatro vezes, mas quem se importa", disse o artista ao jornal. "Se eu morrer, eu morro. E se não, então não. Agora eu me sinto bem. Sei que em algumas das minhas fotos mais recentes eu pareço pouco saudável, mas é isso que doenças fazem. Não vou me preocupar com isso, vou descansar quando estiver morto."

De acordo com o Guardian, essa é a primeira menção de Morrissey a um câncer. Entre 2013 e 2014, ele foi diagnosticado em diferentes ocasiões com úlcera, pneumonia, intoxicação alimentar e infecção respiratória.

Aos 55 anos, Morrissey diz estar concluindo seu primeiro romance de ficção, depois de lançar sua Autobiografia em 2013. "Provavelmente será editada no próximo ano e com sorte poderei deixar de cantar para sempre, o que faria muita gente feliz!", ironiza.

World Peace Is None of Your Business é o primeiro álbum solo de Morrissey em cinco anos, e foi lançado em julho. O próximo show da turnê europeia está marcado para o dia 9 de outubro, em Madri.

Tudo o que sabemos sobre:
Morrissey

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.