Richard Perry/The New York Times
Richard Perry/The New York Times

Morrissey expulsa fãs de show por criticarem partido de extrema-direita britânico

Músico, que apoia o partido For Britain, se recusou a continuar o espetáculo enquanto as pessoas não fossem retiradas da plateia

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2019 | 11h53

O músico Stephen Patrick Morrissey, mais conhecido apenas como Morrissey, expulsou duas pessoas da plateia do seu próprio concerto no Moda Center de Portland, em Oregon, nesta segunda-feira, 30. O incidente foi motivado devido às placas de protesto empunhadas por alguns fãs, que exibiam o símbolo do patido de extrema-direita e anti-islâmico britânico - For Britain - com um 'X' desenhado por cima.

Ao avistar os cartazes, o músico, que apoia declaradamente o partido e já chegou até a usar um crachá do partido durante uma participação em um programa de televisão, interrompeu o espetáculo e ordenou que as pessoas fossem retiradas para que ele continuasse. "Fora daqui! Fora. Não preciso de vocês", afirmou no palco. "Vamos ser sinceros, quando esse cartaz ou vocês desaparecerem, eu continuo", disse.

O momento foi registrado em vídeo. Confira:

Tudo o que sabemos sobre:
Stephen Patrick Morrisseymúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.