Morrisey culpa Kate Moss pela situação de Pete Doherty

O ex-líder do grupo The Smiths, Morrisey, culpa a modelo Kate Moss pela situação de seu ex-namorado Pete Doherty, em entrevista publicada hoje na revista Uncut. "Acho que Kate Moss o tem arrastado a seu mesmo nível", comentou o cantor sobre a relação intermitente entre a modelo e o vocalista da banda Babyshambles.O relacionamento de Kate Moss e Pete Doherty terminou quando o tablóide britânico The Sun publicou fotos da modelo usando cocaína no estúdio de Doherty. Kate perdeu importantes contratos publicitários e se internou numa clínica de reabilitação nos Estados Unidos. Já Doherty recebeu sete acusações por porte de drogas só entre os meses de dezembro e janeiro, segundo informou a polícia britânica Scotland Yard. Apesar de não aparecerem em público juntos, especula-se que Kate e Doherty podem estar se encontrando às escondidas.Para Morrisey, é uma pena que os meios de comunicação associem Doherty mais às confusões e a bobagens do que à música. "É uma armadilha terrível e ele se lançou direto nela", disse o músico, de 46 anos.E as críticas não pararam por aí. O casal Beckham - formado pelo jogador do Real Madrid David Beckham e sua mulher, a ex-Spice Girl Victoria - também foi alvo de ácidos comentários. "A palavra ´famosos´ tornou-se tão baixa e repugnante que parece ser aplicada a todo mundo, mesmo àqueles que de famosos não têm nada", afirmou Morrisey, referindo-se ao casal.O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, e sua mulher, a advogada Cherie, também não foram poupados por Morrissey, que criticou sobretudo o aspecto físico do casal. "Não gosto de sua cara nem de sua expressão (de Tony Blair). E não agüento a cara de Cherie Blair. Pergunto-me se existe alguma fotografia na qual ela apareça com a boca fechada", disse.A realeza britânica também não escapou do músico, que intitulou uma de suas canções como The Queen is Dead (A Rainha Está Morta). Ele acha ridícula a idéia de o príncipe Charles poder ser rei. Fora as críticas, Morrissey acabou com as esperanças dos fãs dos Smiths de ver um retorno daquela que foi uma das bandas mais influentes dos anos 80, ao afirmar que prefere comer seus próprios testículos a compartilhar o palco com os demais ex-integrantes do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.