Morre Sarah Caldwell, importante diretora de ópera

Sarah Caldwell, que foi durante muitos anos a diretora da Companhia de Ópera de Boston, morreu de uma parada cardíaca. Tinha 82 anos.Sarah morreu na quinta-feira, no Centro Médico Maine, segundo seu amigo e colega Jim Morgan, ex-gerente da companhia. Em mais de 30 anos como fundadora e diretora da companhia de Boston, Sarah montou e dirigiu cerca de cem óperas, desde barrocas até de vanguarda."A ópera inclui tudo, música, teatro, dança, o colorido, as vozes e as ilusões teatrais", disse à revista Life, em uma entrevista de 1965."De vez em quando, tudo funciona perfeitamente e ocorre um momento de magia. A gente vive de momentos de magia", acrescentou.Em 1975, Sarah se tornou a primeira mulher que dirigiu a Ópera Metropolitan de Nova York. Em uma reportagem da capa da revista Time ela foi descrita como "a melhor diretora de ópera dos Estados Unidos". Sarah não deixa parentes próximos, disse Morgan. Seu irmão morreu antes dela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.