Youtube/reprodução
Youtube/reprodução

Morre o pianista Gilberto Tinetti aos 90 anos

Integrante do Trio Brasileiro, ele foi professor do departamento de Música da ECA-USP

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2022 | 22h03

Morreu neste sábado, 18, o pianista e professor aposentado da Escola de Comunicação e Artes da USP, Gilberto Tinetti, aos 90 anos. Especialista em Alfred Cortot (1877 – 1962), recebeu o prêmio Carlos Gomes em 1999 como pianista do Trio Brasileiro – considerado um dos melhores grupos de música de câmara do País. A morte foi confirmada pelo professor do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, Eduardo Monteiro, que foi aluno de Tinetti.

Fundado em 1975, o trio era formado por Erich Lehninger, no violino, Watson Clis, no violoncelo, e Tinetti ao piano, o Trio Brasileiro se apresentou em diversos países da Europa, América do Sul e Estados Unidos. 

Formado em direito pela Faculdade do Largo de São Francisco, Tinetti abandonou a carreira jurídica para estudar música. Ele foi aluno de personalidades da música clássica, como o pianista alemão Hans Bruch (1891 – 1968) e, na Europa, em Paris, da pianista franco-brasileira  Magdalena Tagliaferro (1893 – 1986). 

Durante sua temporada em solo europeu, Tinetti foi o vencedor do Concurso da Academia Internacional de Verão do Mozarteum de Salzburgo por sua interpretação de Concerto n. 1 para piano de Johannes Brahms (1833 – 1897). Já em Paris, em 1970, tocou com a Orquestra Filarmônica da Rádio e Televisão Francesa o Concerto no.4 para piano e orquestra de Villa-Lobos, regido por ninguém menos que Jean Fournet (1913 – 2018).  Desde 1980 foi professor do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP, onde se aposentou em 2002. Tinetti gravou 6 álbuns para os selos Philips e Eldorado, apresentou programas musicais na rádio Cultura FM sobre piano, como Pianíssimo. Em 2021, amigos denunciaram o companheiro do pianista por um suposto caso de maus tratos, segundo relatos dos denunciantes, o professor sofria também com Alzheimer.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Gilberto Tinettimúsica erudita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.