Morre o músico Arthur Lee, vítima de leucemia

O músico Arthur Lee morreu na quinta-feira, aos 61 anos, em Memphis, nos Estados Unidos, segundo informou o site da revista NME. Lee, que travava desde abril uma batalha contra a leucemia, morreu no hospital Methodist University.Seu porta-voz, Mark Linn, declarou: "Arthur Lee foi em paz, pouco após as 16 horas de quinta-feira, com a esposa Diane ao lado. Sua morte é um choque para mim porque Arthur tinha a incomum habilidade de passar por qualquer obstáculo, e a leucemia não foi uma exceção (à essa regra). Ele estava confiante que voltaria aos palcos". Linn acrescentou que quando visitou o músico recentemente, ele assitiu ao DVD "House Of Blues" (2003) e disse que estava extremamente agradecido ao amor dos fãs e amigos desde que confirmou publicamente que estava com leucemia. "Arthur sempre soube aproveitar os momentos. Vou sentir falta de suas ligações e dos longos recados que deixava, mas principalmente vou sentir saudades de Arthur tocando sua música, a música de Arthur", disse Linn no comunicado. Arthur Lee nasceu em 7 de março de 1945 e ficou conhecido como o líder, compositor e guitarrista da banda Love. O grupo, que misturava sons sinfônicos com folk rock fez bastante sucesso com o álbum "Forever Changes", de 1967. O CD recebeu uma série de prêmios e chegou a ser eleito o melhor de todos os tempos em uma votação realizada com membros do Parlamento britânico. Com o fim da banda, Lee gravou três álbuns solos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.