Morre o maestro Marcello Viotti

Marcello Viotti, o diretor de música do famoso teatro de Veneza La Fenice Theater, e que também conduziu a Ópera Metropolitana de Nova York, e outras casas importantes, morreu na Alemanha após entrar em coma, disse hoje seu agente. Ele tinha 50 anos.Viotti morreu na noite de ontem após passar dias em coma em uma clínica de Munique, disse o agente dele Paul Steinhauer, por telefone, de Viena, na Áustria. O maestro sofreu um derrame na semana passada durante os ensaios em Munique de Manon.Diretor musical do La Fenice desde 2002, Viotti conduziu renomadas orquestras, inclusive a a Filarmônica de Berlim e a Orquestra Inglesa de Câmara, e casas de ópera em vários lugares do mundo, inclusive o La Scala, de Milão, o Met, e a Ópera Estadual de Viena. Segundo o crítico João Luiz Sampaio, "Marcelo Viotti vivia um momento importante da carreira, solidificando seu nome em meio à geração de maestros qu aos poucos substitui os grandes nomes do passado".Nascido em 29 de junho de 1954 em Vallorbe, Suíça, Viotti estudou piano, violoncelo e canto no Conservatório Lausanne. Em 1982, ele ganhou o primeiro prêmio Gino Marinuzzi na Itália, o que impulsionou sua carreira. Viotti, que fez sua última apresentação pública em 5 de fevereiro, com Norma, de Vincenzo Bellini, na Ópera Estadual de Viena, deixa mulher e quatro filhos.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2005 | 13h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.