Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Morre o intérprete e compositor Dominguinhos do Estácio

Artista conhecido por célebres sambas-enredos como 'Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós', Dominguinhos estava internado desde 11 de maio

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2021 | 15h20

RIO - O compositor e intérprete de sambas-enredo Dominguinhos do Estácio morreu na noite de domingo, 30. Ele estava internado em um hospital de Niterói, na região metropolitana do Rio, desde 11 de maio, quando sofreu uma hemorragia cerebral. Dominguinhos iria completar 80 anos em agosto.

O intérprete conquistou ao longo da carreira cinco títulos da elite do carnaval carioca. Um dos mais célebres foi em 1989, pela Imperatriz Leopoldinense, com o samba Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós.

Nas redes sociais, amigos e fãs lamentaram a morte de Dominguinhos do Estácio. A escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel o chamou de "ícone" e de "um dos maiores do nosso carnaval".


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.