Morre o ex-guitarrista do Kiss Mark St. John

O ex-guitarrista do Kiss Mark St. John morreu na quinta-feira, 5, provavelmente de uma hemorragia cerebral, segundo informação divulgada neste domingo. Ele tinha 51 anos, de acordo com o site da revista especializada em música Billboard. Mark St. John, cujo nome real é Mark Norton, nasceu em Hollywood e foi o terceiro guitarrista oficial do Kiss, tendo substituído Vinnie Vincent em 1984. Quando integrou o Kiss, o grupo estava deixando de usar a maquiagem e as roupas que eram sua marca registrada - estava "renascendo". O único álbum do Kiss em que a imagem de St. John apareceu, Animalize, restabeleceu o grupo como uma das principais bandas da arena metal do mundo. O álbum gerou o popular vídeo da MTV Heaven´s on Fire (único vídeo do Kiss em que St. John figura). O espalhafatoso jeito de St. John tocar refletiu a era dos guitarristas de rock influenciados por Van Halen, mas sem dúvida contribuiu para o brilho do Animalize, considerado por muitos fãs como uma das obras mais fortes do Kiss sem makeup. No entanto, na época em que o Kiss estava para lançar uma turnê mundial para apoiar o álbum, St. John recebeu o diagnóstico de uma forma de artrite chamada Síndrome de Reiter, que causou inchaço nas suas mãos e braços e o impediu de tocar guitarra. O guitarrista Bruce Kulick preencheu a vaga (St. John conseguiu tocar em todo um show com o grupo e trechos de alguns outros) e acabou substituindo St. John como o guitarrista permanente do Kiss. O músico melhorou após deixar o Kiss e St. John lançou um conjunto pop/metal, White Tiger, com David Donato, ex-cantor da Black Sabbath. St. John também se uniu por um curto período com o percussionista original do Kiss, Peter Criss, em um grupo que não lançou nenhuma gravação, e apareceu como orador convidado nas convenções do Kiss. Em 2001, ele lançou um álbum instrumental, Magic Bullet Theory. "Desejo manifestar a minha solidariedade à família e aos amigos de Mark St. John", disse Kulick em uma nota. "Apesar de Mark ser o guitarrista que eu substitui, eu respeitava o seu talento e contribuição para o Kiss. Que ele descanse em paz."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.