Morre o cantor e compositor James Brown

O polêmico e genial cantor americano James Brown, o "Padrinho do Soul", dono de uma voz rascante e de um estilo único que o tornaram um dos fundadores do funk e influência fundamental da disco music e do rap morreu nesta segunda-feira, em Atlanta (EUA). Brown tinha 73 anos.James Brown havia sido hospitalizado no domingo, no Emory Crawford Long Hospital, com pneumonia, e morreu por volta das 4h45 da manhã (horário de Brasília), informa seu agente, Frank Copsidas. A causa da morte ainda é incerta, disse ele. "Ainda não sabemos realmente do que ele morreu", declarou. Em 2004, o anunciou que estava com câncer na próstata e que passaria por uma cirurgia. O estilo de dança de Brown inspirou artistas como Mick Jagger e Michael Jackson. Entre as canções mais famosas de Brown, estão (Get Up I Feel Like Being a) Sex Machine, I Got You (I Feel Good) e Say It Out Loud - I´m Black and I´m Proud - esta última, uma importante de declaração de orgulho racial.CarreiraAbandonado pela mãe quando tinha 4 anos, James Brown foi criado por uma tia, Handsome ?Honey? Washington, em um bordel. Deixou a escola no primário e passou quatro anos em reformatório, quando adolescente. ?Adotado? por algum tempo pela família do músico Bobby Byrd, Brown foi descoberto pelo empresário de Little Richard, Clint Brantley, que lhe ofereceu um quarto no night club Two Spot em Macon, na Geórgia. Brown trabalhava de dia numa indústria automobilística e de noite era membro temporário da banda do Two Spot. Tocava de tudo, de piano a órgão, para gente como Bill Johnson, The Four Steps of Rhythm, The Gospel Starlighters e outros. Entrou também para o grupo gospel de Bobby Byrd, The Three Swanees. Foi aí que conheceu os companheiros com os quais formaria um grupo já lendário do gênero, Famous Flames. Com eles, gravaria seu primeiro disco, Please, Please, Please. O single do Famous Flames tornou-se um clássico do rhythm?n?blues. O resto é história. Em 1959, James Brown já era conhecido em toda a América por conta do hit Try Me (I Need You). Em 1963, vende 1 milhão de cópias de Live at the Apollo, que registrava a estonteante balada Prisoner of Love. Em 1965, com uma banda liderada por Nat Jones, Brown desenvolve seu maior hit, Papa?s Got a Brand New Bag, que o leva ao Top 10 das paradas por semanas. Não satisfeito, grava o outro hit mais conhecido no mundo todo, em dezembro: I Got You (I Feel Good), espécie de Garota de Ipanema do funk. É a história da música em cena, embora ele mesmo só dê a graça de seu talento em alguns momentos - o resto é com a banda e as backing vocals. James Brown clamou por tolerância quando Martin Luther King foi assassinado e tocou para tropas americanas no Vietnã. Teve vários problemas com a Justiça americana: passou pela cadeia por espancar a mulher - Tommi Mae Brown foi levada a um hospital com arranhões e hematomas -, incentivar a desordem em um show e diversas outras vezes por porte de droga. Em 1988, foi condenado a três anos de prisão por tentativa de assalto.Colaboraram Jotabê Medeiros, Marcos Filippi e Arthur Dapieve

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.