Morre no Riu o sambista Carlinhos de Pilares

O compositor e cantor de samba Carlinhos de Pilares morreu hoje, às 13 horas, no Hospital dom Pedro II, na zona oeste, onde estava internado desde domingo, devido a um câncer no pulmão. Ele tinha 63 anos e estava doente desde de 2004, mas ainda saiu cantando o samba da Acadêmicos da Rocinha, que ainda estava no Grupo de Acesso A naquele ano. De lá para cá, passou temporadas internado em vários hospitais da cidade, para tratamento de quimioterapia e radioterapia.Seu corpo ia ser velado na quadra da Escola de Samba Caprichosos de Pilares, na zona norte, a partir das 22 horas, e seu enterro está marcado para as 16 horas de amanhã, no cemitério de Inhaúma. No último domingo, sambistas de várias agremiações fizeram uma festa para angariar fundos para seu tratamento. "Ele soube, ficou comovido, mas foi internado no mesmo dia com falta de ar" contou seu filho, Carlos Eduardo. Carlos Miguel Marques estreou como compositor e cantor de escola samba em 1982, com Moça Bonita não Paga, enredo que trouxe a Caprichosos para o Grupo Especial. Em 1985, era um dos autores de E por Falar em Saudade, que ficou conhecida pelo refrão "Tem bumbum de fora", que levou a agremiação ao rebaixamento. Nesse ano, ele participou do disco Cristal, de Simone, na música Amor no Coração. Depois disso, ele passou pela Portela, Unidos da Tijuca, Unidos do Jacarezinho e as paulistas X9 e Tom Maior. Carlinhos de Pilares tinha quatro filhos de dois casamento, Carlos Eduardo, Carlos Henrique, Antônio Carlos e Carlos Alberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.