Morre Gloria Lasso, cantora popular na França e México

A cantora espanhola Gloria Lasso, que fez sua carreira na França e na América Latina, morreu ontem em Cuernavaca, no México, aos 83 anos. Fontes da prefeitura de Roquefort des Corbieres, no sul da França, onde vive uma das filhas da cantora, confirmaram hoje à EFE o falecimento. Na quarta-feira, haverá uma missa em sua memória. Há 15 dias, a intérprete fez um recital no México. Nascida em Barcelona, a artista chegou à França em 1954 e fez sucesso no gênero conhecido então no país como "canção mediterrânea" do "music-hall". Ela obteve um disco de ouro em 1956, pela canção Estranhos no Paraíso. Glória, cujo verdadeiro nome era Rosa María Coscolin, deixou Paris em 1962 para começar uma nova carreira no México, que se traduziu em uma grande popularidade na América Latina. Graças à insistência de seus amigos, a artista voltou à França em 1985 para gravar novas canções e fazer vários shows. A intérprete de músicas como La Luna de Miel e passou seus últimos anos entre a França e Cuernavaca, com sua filha María José Lasso. A cantora freqüentou as páginas da imprensa de fofocas com seus múltiplos casamentos, que chegaram a dez. Em entrevista ao jornal francês France Soir em 2003, ela garantiu, no entanto, que haviam sido seis, e que o resto não passava de publicidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.