Morre em SP o empresário Marcos Lázaro

O empresário da área de música e deesportes Marcos Lázaro morreu na madrugada de hoje, de câncer,no Hospital Sírio e Libanês, em São Paulo, onde estava internadodesde o dia 11. Era considerado um dos introdutores do conceitode show biz - negócio de espetáculos - no Brasil. Nos anos 60 e70, empresariou Jorge Bem, Maysa, Roberto Carlos, Wilson Simonal Ronald Golias, Elis Regina, Wanderléia, Chico Buarque; promoveutransmissões de lutas de box (negociou o direito de exibir aovivo, na televisão, lutas de Cassius Clay) e da Fórmula 1. Nos últimos anos, seu escritório cuidava da produção ecomercialização das copas Libertadores e América e preparava-separa fazer o mesmo, no segundo semestre, com a CopaSul-Americana de Futebol. Marcos Lázaro Margulies nasceu em Radum, Polônia, emudou-se com a família para a Argentina antes de completar seteanos. Escondia a idade: "Não gostava que se soubesse quantosanos tinha", disse José Lázaro, seu irmão mais novo e sócio."Vamos respeitar isso; só posso dizer que estava bem velho",acrescentou. Amigos dizem que tinha em torno de 85 anos. Deacordo com José, Marcos Lázaro trabalhou até a véspera dainternação. Embora tenha trabalhado como locutor esportivo, nasrádios Rivadávia e Splendid, de Buenos Aires, na primeira metadedos anos 40, Marcos Lázaro era, por formação, engenheiro civil.Como tal chegou ao Brasil, em 1963, contratado pela empresaAuxiliar. Boêmio, costumava sair à noite, sozinho. Foi ainda dono de casas de espetáculo (entre as quais oPalace, atual DirecTV Music Hall). Era casado com ElisaMargulies e deixa filho e netos. Por motivos religiosos (afamília é judia; não se realizam cerimônias fúnebres no períododa Páscoa), o velório será realizado somente no domingo, apartir das 8 horas, no cemitério do Butantã, onde o corpo serásepultado, às 11h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.