Divulgação
Divulgação

Morre compositor Billy Blanco

Artista estava internado desde outubro do ano passado por complicações de um AVC

estadão.com.br,

08 de julho de 2011 | 10h58

SÃO PAULO - Morreu na manhã desta sexta-feira, 8, o compositor Billy Blanco, aos 87 anos, em um hospital do Rio de Janeiro por complicações de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), sofrido em outubro do ano passado. Ele estava internado desde então no Hospital Panamericano, no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro.

 

O corpo já foi liberado, mas ainda não há informações sobre velório e enterro do artista.

 

William Blanco Trindade nasceu em Belém, no Pará, em 1924 e chegou a São Paulo nos anos 1940. Estudou Arquitetura no Mackenzie, mas logo se envolveu com a música. Mudou para o Rio no fim da mesma década e começou a conviver com figuras como Radamés Gnattali e Tom Jobim. É compositor de canções famosas, interpretadas nas vozes de ícones da música brasileira, com Elis Regina, João Gilberto, Dolores Duran, entre outros. "Vambora, vambora, olha a hora, vambora", é um de seus refrões mais conhecidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Billy Blancomúsica brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Stan Lee: todas as 29 aparições nos filmes da Marvel
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • MIS abre novo lote para exposição imersiva de Da Vinci 
  • Mônica San Galo lamenta morte de Jesus Sangalo: 'pode-se morrer de mágoa'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.