J. Scott Applewhite/AP
J. Scott Applewhite/AP

Morre cantora de ópera Joan Sutherland aos 83 anos

Soprano australiana, com 40 anos de sucesso, era chamada de 'La Stupenda' por voz marcante

Mike Collett-White, Reuters

11 de outubro de 2010 | 15h26

LONDRES - A cantora de ópera australiana Joan Sutherland, conhecida como "La Stupenda" por sua legião de fãs, morreu aos 83 anos na Suíça, anunciou na segunda-feira sua gravadora Decca.

Veja também:

João Luiz Sampaio comenta a morte de "La Stupenda"

Sua família disse que a soprano, certa vez considerada pelo tenor italiano Luciano Pavarotti "a maior voz do século", morreu em paz nas primeiras horas do domingo depois de sofrer longamente de uma doença.

 

"Ela é uma pessoa muito importante em todo o mundo, mas para nós ela é nossa família, e estamos simplesmente tentando aceitar o que aconteceu", disse sua nora Helen, segundo o jornal Sydney Morning Herald.

A cantora estreou nos palcos em 1951 e, ao longo de uma carreira ilustre que abrangeu 40 anos, apresentou-se em muitos dos maiores teatros de ópera do mundo. Sua última aparição no palco foi em 31 de dezembro de 1989, no Royal Opera House de Londres, cantando Die Fledermaus ao lado de Pavarotti.

Depois de se aposentar dos palcos, ela continuou ativa, ensinando cantores mais jovens, e se tornou presença constante em júris de concursos de cantores em todo o mundo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.