Morre, aos 99 anos, o cantor e compositor Braguinha

Morreu, aos 99 anos, no fim da manhã deste domingo, 24, véspera de Natal, o cantor e compositor Braguinha, também conhecido como João de Barro. O compositor Carlos Alberto Ferreira Braga estava internado desde o último sábado, 23, no Hospital Pró-Cardíaco, na zona sul do Rio de Janeiro. Braguinha se sentiu mal na noite de sábado, e chegou ao hospital com uma taxa de glicose alta. O compositor nasceu no dia 29 de março de 1907. Aos 16 anos, compôs sua primeira música e se tornou autor de sucessos como Carinhoso, em parceria com Pixinguinha, e Copacabana. Um dos mais importantes compositores brasileiros, Braguinha atuou no Bando de Tangarás, ao lado de Noel Rosa, e é autor de clássicos como As pastorinhas, Touradas de Madri e Chiquita Bacana. Braguinha também escreveu, adaptou e musicou diversas histórias infantis como Os 3 Porquinhos, Festa no Céu e Chapeuzinho Vermelho. Ele fez parte da chamada "Década de Ouro" do carnaval brasileiro, nas décadas de 1930 e 1940.João de Barro ainda compôs três marchas que se tornaram clássicos da música popular brasileira As Pastorinhas, Touradas em Madri e Yes, Nós Temos Bananas. Os parentes ainda não decidiram quando será o enterro, que provavelmente acontecerá no Cemitério São João Batista, em Botafogo, onde a família tem um mausoléu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.