Morre, aos 90 anos, o lendário cantor de boleros Lucho Gatica

Morre, aos 90 anos, o lendário cantor de boleros Lucho Gatica

Ainda não foi divulgada a causa da morte do cantor, que tinha mais de 70 anos de carreira

EFE

13 Novembro 2018 | 23h24

CIDADE DO MÉXICO - O lendário cantor de boleros Lucho Gatica, de origem chilena e que vivia no México há mais de 50 anos, morreu nesta terça-feira, 13, aos 90 anos, informou a família do artista nesta terça-feira.

"Boa viagem! Te amo...", publicou em redes sociais o ator mexicano Luis Gatica, filho de Lucho, além de postar uma imagem de uma fita preta que simboliza luto.

Ainda não foi divulgada a causa da morte do cantor, que tinha mais de 70 anos de carreira.

Nascido em Rancagua, no Chile, em 11 de agosto de 1928, Luis Enrique Gatica foi também ator, e em 1957 se mudou para o México. Lá, ganhou fama internacional por seus boleros e baladas românticas, e gravou 13 álbuns de estúdio, o último deles em 2013, intitulado História de un amor.

"Não tenho medo da morte, sou muito feliz", disse Lucho em entrevista à Agência Efe por ocasião da apresentação do disco. 

Mais conteúdo sobre:
Lucho Gaticamúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.