The New York Times
The New York Times

Morre, aos 84 anos, o compositor Harold Budd

Parceiro musical de Brian Eno e do trio Cocteau Twins, ele foi vítima do covid-19

Steve Smith, The New York Times

18 de dezembro de 2020 | 15h44

Harold Budd, um compositor e pianista conhecido por sua música introspectica e calma, um som “espacial’ muitas vezes confundido com música ambiente, e por sua colaboração com Brian Eno e o Cocteau Twins, morreu no último dia 8 num hospital em Arcadia, Califórnia, aos 84 anos. A causa foi o covid-19, contraído durante uma terapia para se recuperar de um derrame em novembro, segundo seu agente Steve Takaki.

Nascido em Los Angeles, Budd cresceu próximo ao deserto de Mojave, uma inspiração para o tipo de música que iria compor no futuro, que evoca a espacialidade e a vastidão de lugares como esse. Inicialmente um músico de jazz, influenciado pela vanguarda minimalista e por John Cage, ele rompeu com esses estilos para criar o próprio, focado no piano.

O som que Budd começou a desenvolver em 1972 despertou a atenção do músico Brian Eno, que produziu seu álbum The Pavilion of Dreams em 1978. Dois anos depois, a dupla criou o álbum experimental Ambient 2: The Plateaux of Mirror. Na produção seguinte, de 1984, eles se juntaram ao produtor Daniel Lanoir. Budd sempre reconheceiu o apoio e a in fluência de Brian Eno.

Com o trio escocês Cocteau Twins ele gravou um álbum esotérico em 1986, The Moon and the Melodies’. Uma colaboração duradora com Robin Guthrie, guitarrista e compositor do Cocteau Twins, resultou numa série de álbuns e trilhas sonoras assinadas pela dupla, sendo o último Another Flower, de 2013, apenas lançado este mês.

Aposentado desde 2004, Harold Budd, porém, não parou de compor, lançando, em 2012, o trabalho Bandits of Stature. Ele deixou como herança 19 quartetos de cordas, alguns gravados este ano. Segundo seu agente, muitas das composições de Budd estão sendo transcritas para piano solo e serão brevemente lançadas. Budd nasceu no dia 24 de maio de 1936, filho de um empresário da indústria têxtil e de uma dona de casa. Ele perdeu o pai aos 13 anos e a situação financeira da família a fez mudar para o deserto de Mojave. Ele deixa dois filhos do primeiro casamento e um do segundo mattrimônio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.