Morre aos 82 anos o pianista de jazz Oscar Peterson

Ele foi um dos canadenses mais conhecidos internacionalmente, tendo acumulado diversos prêmios

BBC,

24 de dezembro de 2007 | 16h17

A imprensa canadense anunciou nesta segunda-feira, 24,  a morte do pianista Oscar Peterson, um dos maiores nomes do jazz mundial. Segundo a emissora de televisão CBC, Peterson, que tinha 82 anos, morreu no domingo, de falência renal. Durante suas seis décadas de carreira, o pianista canadense superou dificuldades financeiras no início, em Montreal, e passou a ser um dos mais respeitados músicos do gênero, recebendo, em 1997, o Grammy pelo conjunto de sua obra.   Aos 14 anos, Peterson venceu um show de talentos promovido pela CBC e, aos 19, lançou seu primeiro single, I Got Rhythm.   Nos anos seguintes, tocaria com lendas como o trompetista Dizzy Gillespie e o saxofonista Charlie Parker. Peterson era conhecido pela sua versatilidade ao piano, exercitando sua criatividade em estilos variados como o bebop e o boogie woogie.

Tudo o que sabemos sobre:
Oscar Peterson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.