Piotr Wittman/EFE
Piotr Wittman/EFE

Morre aos 76 anos o trompetista de jazz polonês Tomasz Stanko

Músico foi um dos mais influentes no free jazz europeu

Reuters

29 Julho 2018 | 18h26

VARSÓVIA - Tomasz Stanko, trompetista polonês, compositor e figura proeminente no jazz de vanguarda e livre há décadas, morreu neste domingo aos 76 anos, informou a Associação Polonesa de Jazz.

+Tribalistas vence chuva e estreia turnê na Bahia

Nascido em Rneszow, no sul da Polônia, em 1942, Stanko estreou nos palcos no final da década de 50, em Cracóvia. Ele posteriormente ganhou reputação global como ícone do jazz ao lado de músicos como o baterista Jack deJohnette e o baixista Dave Holland.

+Sucesso na web, carreira da dupla Anavitória chega aos cinemas

As primeiras influências de Stanko vieram de ícones do trompete como Miles Davis e Chet Baker, mas ele rapidamente seguiu o jazz livre de Ornette Coleman e Don Cherry, e gravou com a ECM.

Seu primeiro grande sucesso mundial foi o álbum Litania, de 1997, um tributo ao cineasta e pianista de jazz polonês Krzysztof Komeda, informou a gravadora ECM.

“Estou em choque. Ele era um profeta, um grande músico e muito consistente”, disse Michal Urbaniak, violinista e saxofonista de jazz.

Mais conteúdo sobre:
música jazz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.