Morre aos 75 o contrabaixista Ray Brown

O lendário contrabaixista Ray Brown morreu ontem, aos 75 anos, dormindo, em Indianapolis, nos Estados Unidos, onde passava em turnê. Ao longo de mais de 50 anos de carreira, Brown tocou ao lado de gigantes do jazz como Dizzy Gillespie, Charlie Parker, Oscar Peterson e Ella Fitzgerald, com quem foi casado. Esteve no Brasil em outubro de 2000, no Free Jazz, mostrando a força e a criatividade de seu baixo, festejado como uma das bases da cena bebop dos anos 50.Ray Matthews Brown nasceu em Pittsburgh, em 1926. Seu primeiro instrumento foi o piano. Ao integrar a orquestra da escola, passou a experimentar o contrabaixo. Em 1945, mudou-se para Nova York, onde integrou a emergente cena do bebop. Aos 19 anos, foi contratado para integrar a big band experimental de Gillespie, que, à época, contava também com Parker, Bud Powell e Max Roach - que, por sinal, tocou no Brasil no mesmo Free Jazz que trouxe Brown.Em 1947, Brown casou com a cantora Elle Fitzgerald, com quem integrou o trio de Oscar Peterson. Ele então assumiria a função de diretor musical de Ella, e com ela continuaria a trabalhar até mesmo depois do divórcio, em 1950. Em suas memórias To Be or Not to Bop, Gillespie escreveu que "Ray Brown tocava o mais vigoroso, fluido e imaginativo contrabaixo do jazz moderno", abrindo exceção, porém, a outro lenda do jazz, Oscar Pettiford.Na década de 60, Brown chegou a criar um instrumento próprio, combinando recursos e sonoridades do contrabaixo e do violoncelo. Após mudar-se para a Califórnia, fundou o L.A. Four, ao lado do guitarrista brasileiro Laurindo Almeida. Desde 1989, vinha gravando uma série de álbuns para o selo Telarc, muitos deles com o pianista Benny Green. Seu último lançamento é Some of My Best Friends Are ... Guitarists, com participações de Russell Malone, John Pizzarelli e Kenny Burrell, entre outros guitarristas. Pai de Ray Brown Jr., adotado durante o casamento com Ella, o contrabaixista morava em Los Angeles com sua mulher, Cecilia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.