Divulgação
Divulgação

Morre, aos 74 anos, mestre Humberto de Maracanã

Cantador da tradicional festa integrava havia 40 anos um dos mais tradicionais grupos do Maranhão, personalidade da cultura popular

Jotabê Medeiros, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 18h39

Morreu na segunda-feira, 19, em São Luís, o cantador Humberto Barbosa Mendes, o Humberto de Maracanã, famoso intérprete do Boi de Maracanã do Maranhão. Tinha 74 anos, era casado e pai de 22 filhos. Fazia parte, há mais de 40 anos, do grupo de bumba meu boi de sotaque de matraca, o Boi de Maracanã, um ícone da festa maranhense. Estava internado havia uma semana em um hospital de São Luís. Uma das canções mais conhecidas do gênero, a toada Maranhão, Meu Tesouro, Meu Torrão, era famosa na voz de Humberto.

O Ministério da Cultura emitiu nota nesta terça, 20, em que assinala o seguinte: "O Ministério da Cultura demonstra profundo pesar pela morte de Humberto Barbosa Mendes, mestre do Boi de Maracanã. Mais conhecido como Humberto de Maracanã, ele cultuava desde a infância a tradição do boi, típica do Estado do Maranhão. Tornou-se cantador aos 34 anos e era reconhecido pelo Ministério da Cultura como Mestre em Cultura Popular".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.