PA/File via AP
PA/File via AP

Morre Allan Williams, promotor dos primeiros shows dos Beatles

Empresário foi substituído por Brian Epstein ainda no início da carreira da banda

AP

31 Dezembro 2016 | 11h39

LONDRES - Allan Williams, um promotor de música de Liverpool e dono de clubes que ajudou os Beatles a pegar alguns de seus primeiros shows, morreu aos 86 anos.

Graham Stanley, empresário de uma boate da qual Williams era dono, disse no sábado que Williams morreu na sexta-feira, 30, à noite, sem dar mais detalhes.

William abriu o clube Jacaranda em 1958 nos dias iniciais do rock n' roll, desempenhou um papel importante em encontrar datas para os jovens Beatles em Liverpool e em Hamburgo, na Alemanha. O estrelato ainda estava no futuro para a banda então conhecida como os Silver Beatles.

O espaço de Williams também forneceu campo de treinamento para muitas outras bandas emergentes de Liverpool.

"Seu legado nos permitiu permanecer no coração da cena musical de Liverpool por quase 60 anos e sua memória vai viver por meio de toda banda que tocar no nosso famoso palco", diz um comunicado postado no site do Jacaranda.

Williams acreditou em 1960 que os Beatles tinham potencial e deixou eles praticarem no clube - em troca de colocá-los para trabalhar na decoração do porão da boate.

Na época, a banda tocava principalmente versões de hits do rock n' roll americano, como os de Chuck Berry. As habilidades de composição de John Lennon e Paul McCartney ainda não haviam aparecido.

Williams levou a banda pessoalmente a Hamburgo numa van em 1960 para uma extensa série de shows em boates que afiou o folêgo e as habilidades ao vivo dos Fab Four.

A banda eventualmente teve um desentendimento com Williams e passou a ser empresariada por Brian Epstein, que ajudou a limpar sua imagem desleixada e a conseguir contratos com gravadoras.

Martin King, do The Beatles Story Museum, em Liverpool, disse que Williams teve um papel vital em formar a banda.

O livro de Williams de 1976 sobre os anos iniciais da banda é chamado The Man Who Gave the Beatles Away (algo como O Homem Que Entregou os Beatles). Ele não parecia ter ressentimentos sobre seu papel relativamente menor, como quando disse ao Liverpool Echo em 2010 que estava "orgulhoso e feliz de ser apenas uma pequena engrenagem na roda do grupo mais famoso do mundo".

Numa antologia dos Beatles, McCartney descreveu Williams como um "cara demais, um motivador realmente bom".

William deixa sua esposa, Beryl, e filhos Justin e Leah.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.