Morre Aladar Pege, o "Paganini do contrabaixo"

O músico húngaro Aladar Pege, apelidado "Paganini do contrabaixo", que se movia entre o jazz e o erudito com igual facilidade e levou o pesado instrumento de cordas para uma posição de destaque nas salas de concerto, morreu, informa a agência de notícias estatal húngara, a MTI. Ele tinha 67 anos.A MTI cita parentes do músico para informar que Pege faleceu no hospital, no sábado, "enfrentando o sofrimento com bravura". Não é citada a causa exata da morte.A carreira de Pege, com início nos anos 60, foi aclamada, durante duas décadas, pelo mundo do jazz. Em 1970, foi declarado "melhor solista da Europa" no festival de Montreux, e sua apresentação, em 1982, no Carnegie hall de Nova York foi aclamada. Nos últimos anos, vinha se dedicando a trabalhos com música erudita, freqüentemente transcrevendo e executando obras compostas originalmente para outros instrumentos, por conta do limitado repertório para contrabaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.