Morre a soprano Elisabeth Schwarzkopf

A soprano mundialmente famosa, Elisabeth Schwarzkopf, uma das maiores vozes do século 20 morreu em sua casa na Áustria, nesta quarta-feira, conforme noticiou a televisão austríaca. Tinha 90 anos.Elisabeth, que dividia com Maria Callas o posto de gigante da ópera morreu à 1h15 na cidade de Schruns, na Áustria, onde ela vivia mais recentemente, noticiou a rede de televisão ORF sem precisar a causa de sua morte.A soprano que se retirou de cena em 1975, cativou o público e a crítica por quatro décadas. Seus principais papéis foram como Elvira no Don Giovanni de Mozart e Marschallin em DerRosenkavalier de Richard Strauss, que imortalizou em discos e CDs.Viena foi o palco de seu salto para o estrelatointernacional a partir de 1942. Em 1946, o diretor de orquestra austríaco, Herbert von Karajan,chegou a dizer que Elisabeth era "talvez a melhor cantora da Europa". Apesar de seu grande sucesso após a 2.ª Guerra Mundial(1939-1945), a soprano sempre foi criticada por sua proximidade como regime nazista, que a ajudou a iniciar sua carreira.

Agencia Estado,

03 de agosto de 2006 | 15h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.