Morre a cantora Shoshana Damari

Shoshana Damari, cantora de origem iemenita, morreu nesta terça-feira, de pneumonia, aos 83 anos, segundo informação vinda de fontes médicas.Apesar ter nascido no Iêmen, Shoshana passou a maior parte de sua vida em Israel. Na sexta-feira, foi internada no Hospital Ichilov, em Tel Aviv. Cantores israelenses famosos fizeram visitas, torcendo para sua recuperação. O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, homenageou Shoshana, dizendo que ela é "uma das maravilhas culturais de Israel". Acrescentou, em comunicado por escrito: "Sua voz nobre nos guiou por mais de 60 anos, nas guerras e na paz, na felicidade e na mágoa. Nós nos lembraremos dela para sempre. A voz nacional". Shoshana saiu de Damar, no Iêmen, com a família, na infância. Alguns dizem que seu sotaque do Iêmen contribuiu para a maravilha que era a sua voz. Ela começou a atuar no rádio quando tinha apenas 14 anos, apresentando-se com freqüência nos campos militares israelenses. Ficou conhecida por Kalaniot, música tocada nas rádios hoje, em sua homenagem. Em 1988, Shoshana recebeu o Prêmio de Israel, uma grande honra no país.

Agencia Estado,

14 de fevereiro de 2006 | 13h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.