Morre a cantora espanhola Rocío Jurado

A cantora Rocío Jurado morreu nesta quinta-feira em sua casa, em Madri, às 5h15 locais, informou seu irmão, Amador Mohedano. "Rocío deixou de respirar às 5h15, cercada por sua família, como ela queria", disse Mohedano à imprensa, na porta da casa da irmã, "Villa Jurado". A cantora, de 61 anos, entrou, na quarta-feira, em coma profundo depois de seu estado de saúde ter se agravado nos últimos dias devido a um câncer no pâncreas. No início do ano, Rocío viajou a Houston, nos Estados Unidos, para tratamento intensivo. Desde que retornou à Madri, em 28 de abril, não saiu de sua casa. Seu corpo será levado nesta quinta-feira ao Centro Cultural da Villa de Madrid, onde será exposto ao público. Depois irá para sua cidade natal, Chipiona, Cádiz, onde será enterrado. A vice-presidente do governo, María Teresa Fernández de la Vega, disse que é "uma notícia muito triste a perda de uma pessoa tão valiosa, tão querida, tão respeitada e tão importante para a cultura popular do país". Rocío era muito querida em Miami, cidade que a premiou com uma estrela na Rua Oito, em 1990. Lá ela adquiriu um apartamento, onde costumava passar longas temporadas com seu marido, o toureiro José Ortega Cano.María del Rocío Trinidad Mohedano Jurado nasceu em 18 de setembro de 1944 em Chipiona, Cádiz, cidade onde a cantora será enterrada na próxima sexta-feira, no cemitério municipal de São José de Chipiona. O primeiro CD da artista foi lançado em 1969, Rócio Jurado. O último álbum saiu este ano, Rocío Siempre.Matéria alterada às 14h20

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.