Al Powers/Powers Imagery/Invision/AP
Al Powers/Powers Imagery/Invision/AP

Morre, aos 64 anos, o cantor Joan Sebastian

Um dos cantores mais populares do México, ele vendeu mais de 12 milhões de cópias em sua carreira construída ao longo de 46 anos

Redação, EFE

14 Julho 2015 | 14h30

O cantor Joan Sebastian, morto na segunda-feira, dia 13, aos 64 anos, é recordado com dor em todo o México pelo lugar que ele como o poeta do Juliantla, o povoado onde nasceu e onde seu corpo será sepultado. O cantor perdeu uma batalha de 16 anos contra um câncer nos ossos - a doença o obrigou, em 2014, a abandonar outra de suas grandes paixões: as apresentações a cavalo. 

"Meu pai não morreu de câncer, morreu dos golpes que a vida deu em seu coração", publicou, nas redes sociais, José Manuel Figueroa, seu filho mais famoso.

O público terá entrada garantida no sítio de Joan Sebastian, em Teacalco, no estado de Guerrero, durante os três dias do velório, declarou Figueroa à imprensa mexicana. 

Juan Manuel Figueroa, o nome real de Joan Sebastian, nasceu no dia 8 de abril de 1951, em Juliantla, um povoado na montanha perto da região turística de Taxco.

Joan Sebastian por pouco não seguiu a vida sacerdotal ao ingressar, aos 14 anos, no seminário. Mas o violão presenteado pelo avô o levaria por outro caminho.A fama o alcançou no ano de 1975, quando a cantora Angélica María, aceitou ouvir uma de suas canções.

Com Juliantla, consolidou sua fama depois de sucessos como Y las Mariposas e Alma de Niña. Mas naqueles anos ainda teve que vender carros para sobreviver.Com o tempo, emplacou outros sucessos, como os emblemáticos Maracas, Rumores, Tatuajes, Un idiota e Secreto de Amor, em uma profícua carreira de 46 anos em que produziu mais de 20 discos e vendeu mais de 12 milhões de cópias. Sua produção foi reconhecida com cinco prêmios Grammy e sete Grammy Latinos. É o cantor mexicano mais reconhecido por esta premiação.

Mais conteúdo sobre:
CulturaMúsicaMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.