Juan Guerra/AE
Juan Guerra/AE

Moraes Moreira e Davi Moraes antecipam ritmos da folia em show

Apresentação foi tomada pela maior parte do repertório dos Novos Baianos

Carolina Spillari, Estadão.com.br

21 de janeiro de 2011 | 13h34

Os Novos Baianos continuam em alta. Pelo menos para os frequentadores do Studio SP que lotaram a pista da casa na madrugada desta sexta-feira, 21, para ver Moraes Moreira e seu filho Davi Moraes. À meia-noite, o público ainda formava fila expressiva na calçada. O show marcado para 23h30 só foi começar depois da 1h e terminou por volta das 3h.

 

Davi mostrou sua competência musical na abertura do show com o cavaco. Moraes ficou no violão. A apresentação foi tomada pela maior parte do repertório dos Novos Baianos. Depois de largar o cavaquinho e pegar a guitarra, seu instrumento principal, Davi tocou os acordes dos trios elétricos, já antecipando o Carnaval. Em seguida vieram os grandes hits evocados em coro: Acabou Chorare, Cólegio de Aplicação, A Menina Dança e Mistério do Planeta.

 

A vibração solar da banda e da Bahia era parte show. Mesmo sem sol, parecia dia.  Os músicos vestiam chapéu e o público vibrou com os riffes de trio elétrico. Antes de Brasil Pandeiro, uma breve história da música brasileira. João Gilberto foi confundido com a polícia por um momento em ocasião que encontrou os Novos Baianos. Vestia terno. Tinha ligado antes para Galvão e marcado. "Não é polícia não, é o João", concluiu Moreira. Também foram citados outros mestres da música popular brasileira: Ari Barroso, Tom Jobim, Noel Rosa, além do bloco Afoxé Filhos de Gandhi.

 

E lá vieram Preta Pretinha, Samba da Minha Terra, Eu Também Quero Beijar, Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira, Cidadão, e Pombo Correio em ritmo de folia. Entre uma canção e outra, Moraes Moreira reclamava do som. Pediu fones de ouvido. Sua voz estava um pouco abafada. O cantor pediu para regular o áudio algumas vezes, até o final do show.

 

No bloco final entraram Festa do Interior, Chame Gente e Vassourinha Elétrica, já no bis. A animação durou até o momento final, em que Moraes Moreira pediu ao público para cantar Isso aqui ôô.... e se despediu com otimismo e brasilidade.

Tudo o que sabemos sobre:
showMoraes MoreiraDavi Moraes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.